GABRIELA ALVARENGA

Viajo porque o mundo precisa de mais empatia e é bem mais fácil se colocar no lugar do outro quando você, literalmente, vai até lá. E aí, bora?

Sigam-me os bons!

Sobre

Sabe aquela pessoa que, quando viaja, quer saber de tudo, entender os porquês e as histórias por trás dos lugares, das comidas, das pessoas, dos costumes?

Sou eu.Gabriela Alvarenga.

Quando viajo, eu descubro tanta coisa interessante, que fica impossível não compartilhar. Meu deslumbramento pelo mundo não cabe em mim. Não dá viver tanta coisa incrível e não dividir. É impossível aprender tanto e não sentir vontade de ensinar e, ao mesmo tempo, aprender ainda mais com que se conecta comigo.  

Foi por isso que, em 2013, eu criei o projeto OUTROS ROTEIROS, que hoje é uma trica de blog, Instagram e podcast.

Mais do que falar sobre viagens, eu falo sobre quem viaja e sobre como a a vida ganha um novo sentido quando a gente desenvolve esse olhar atento de viajante, mesmo sem sair lugar. Falo sobre o privilégio que é ter contato com culturas tão distintas e tentar enxergar o mundo pelos olhos do outro, sobre como viajar faz a gente se encantar e até se assustar com o que os outros povos têm de diferente, mas esfrega na nossa cara tudo o que a gente tem em comum.

Nessa nossa era, em que a gente se preocupa mais em fazer fotos perfeitas pras redes sociais do que realmente aproveitar o momento, histórias autênticas de viagens bem vividas são importantes para inspirar empatia e  lembrar do potencial transformador que toda viagem tem.